Over 10 years we helping companies reach their financial and branding goals. Onum is a values-driven SEO agency dedicated.

CONTACTS
Dicas Marketing

Pix no e-commerce: como vai funcionar na prática

A experiência de pagamento com o Pix no e-commerce

Afinal, como o Pix vai funcionar no checkout da loja virtual?

Há duas situações possíveis. Quando a compra é feita em um ambiente mobile, ao selecionar o Pix no checkout, um código será exibido. O usuário deve copiar o código, abrir o seu aplicativo do banco ou carteira digital para pagar com o Pix, selecionar “Pix Copia e Cola” e colar o código para confirmar a transação.

Já no desktop, o usuário poderá fazer o pagamento de forma semelhante às lojas físicas. Ao selecionar o Pix no checkout, um QR Code será exibido na tela do computador. Basta abrir o aplicativo do banco ou da carteira digital no smartphone e escanear o código. Os detalhes da transação serão exibidos no celular e ele poderá finalizar a operação no dispositivo móvel.

 

Como o lojista poderá oferecer o Pix no e-commerce

O lojista que quiser oferecer esse meio de pagamento no seu e-commerce não precisa se conectar diretamente ao Pix como participante direto ou indireto – essa é a função das instituições financeiras, como os bancos e fintechs.

Para oferecer o Pix, o lojista deverá ter uma conta de pagamentos em uma instituição financeira conectada ao Pix, como uma processadora de pagamentos. Basta utilizar uma das soluções oferecidas por esse prestador de serviços, como o gateway ou intermediação.

Ainda, caso o lojista utilize uma plataforma de e-commerce – como Shopify, Woocommerce, Magento, VTEX, entre outras – é possível integrar com uma processadora de pagamentos que possui um módulo, extensão ou plug-in dedicada para a plataforma em questão.

É importante ressaltar que o custo para receber um Pix no e-commerce ainda não foi definido, e que quem vai determinar esse valor não é o Banco Central, e sim, o próprio mercado. No entanto, como o Pix estimula a concorrência entre os players do mercado financeiro, a expectativa é que os preços também sejam mais competitivos – especialmente quando comparado a outras formas de pagamento à vista, como o boleto bancário.

 

O Pix é seguro?

Para quem questiona se o Pix é seguro, a resposta é: sim! Como o usuário precisa autenticar a transação antes de confirmar o pagamento, o valor chega ao recebedor sem complicações.

Além disso, o cadastro da chave Pix também passa por uma autenticação de duas etapas – como confirmação via SMS ou e-mail – o que reforça ainda mais a segurança.

Author

Rodrigo Fleury Bastos

Desenvolvedor a 20 anos, consultor e empreendedor no ramo digital. Apaixonado por #ecommerce ! Casado, pai da Elisa e do Vicente !

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *